Biometria comportamental é aliada no combate a fraudes

Tecnologia da Mastercard aumenta a segurança das operações combinando análises em tempo real e inteligência artificial.

A aposentada Cleuza Maria foi vítima de um golpe muito comum: uma mulher se passando por funcionária do banco no qual tem conta ligou para avisá-la que o seu cartão havia sido clonado.

A mulher sabia com detalhes todos os seus dados: nome, CPF, número da conta e só pediu que digitasse um código pelo celular. A aposentada perdeu uma quantia significativa, além de toda a dor de cabeça e contratempos. “A pessoa sabia todos os meus dados, como eu podia imaginar que queriam me roubar?”, questiona a cliente.

Esses e tantos outros golpes de engenharia social - que conseguem acesso a informações confidenciais por meio da curiosidade e habilidades de persuasão - são comuns no Brasil e em vários outros países. Um grande banco norte-americano contabilizava um prejuízo anual de cerca de US$ 6 milhões até reforçar a segurança do seu negócio com o uso da biometria comportamental da NuDetect, sistema da NuData Security, uma empresa Mastercard.

Essa tecnologia baseia-se em inteligência artificial e num gigantesco banco de dados anonimizados e pode ser utilizada por empresas de todos os setores e tamanhos. Para cada caso há uma análise detalhada de riscos e do comportamento das pessoas para criar uma solução otimizada.

O NuDetect analisa informações como velocidade de digitação, pressão dos dedos sobre a tela do celular, tipo de dispositivo utilizado, localização geográfica, horário típico de acesso e outros dados característicos, que formam uma espécie de assinatura, uma impressão digital eletrônica.

Com extrema precisão, o NuDetect coleta e confere os dados em tempo real e, ao identificar uma variação suspeita, envia um alerta ou suspende a operação.

Danielle Florestano, diretora de Soluções de Segurança da Mastercard Brasil, explica que o reconhecimento é feito sem que o usuário perceba e de forma ética e anonimizada. “A característica principal dessa tecnologia é conseguir validar a identidade de uma pessoa com base em suas interações, causando o mínimo de fricção na experiência do consumidor.”

O NuDetect monitora continuamente o comportamento das pessoas ao longo de cada sessão e consegue detectar variações, por mais sutis que sejam, permitindo bloquear tentativas de fraude instantaneamente.

Se houver o chamado roubo de sessão, quando um hacker tenta substituir o usuário durante uma operação, o NuDetect reconhece a mudança no comportamento e impede ações como alteração de senhas, transferência de milhas ou valores do cartão de crédito.

Além de evitar fraudes e prejuízos às finanças e à imagem dos negócios, o NuDetect ajuda a melhorar a experiência das pessoas. A análise de bilhões de perfis comportamentais feita pelo programa evita atritos desnecessários, como submeter alguém a comprovar sua identidade por meio de outras etapas além da senha. ​