Mastercard lança Plataforma de Testes de Moedas Digitais para Bancos Centrais

14 de setembro de 2020 | Lisboa
  • Plataforma inovadora de testes virtuais e personalizados permite aos bancos centrais avaliar casos de utilização e testar estratégias de lançamento de moedas digitais, simulando um ecossistema CBDC (Central Bank Digital Currencies)
  • Bancos centrais, bancos comerciais e empresas tecnológicas e de consultoria estão convidados para avaliarem a adequação dos CBDCs num país ou região

Com a economia global a abraçar a grande velocidade os pagamentos digitais, os bancos centrais também estão a olhar para o futuro e a investigar como apoiar a inovação, mantendo a política monetária e a estabilidade financeira à medida que emitem e distribuem a moeda. De facto, 80% dos bancos centrais inquiridos estão a participar de alguma forma em projetos ligados às Moedas Digitais (CBDCs) e cerca de 40% dos bancos centrais progrediram da investigação conceptual para a experimentação do conceito e do design, de acordo com um estudo recente do Bank for International Settlements (Impending arrival - a sequel to the survey on central bank digital currency - https://www.bis.org/publ/bppdf/bispap107.htm).

A partir deste pressuposto, a Mastercard criou um ambiente de testes virtuais proprietários para os bancos centrais poderem avaliar os casos de utilização de moedas digitais. A plataforma agora lançada, permite a simulação da emissão, distribuição e troca de moedas digitais entre bancos, prestadores de serviços financeiros e consumidores. Os bancos centrais, os bancos comerciais e as empresas tecnológicas e de consultoria já foram convidados a associar-se à Mastercard para avaliarem os seus projetos tecnológicos de moedas digitais, validarem os seus casos de utilização e avaliarem a interoperabilidade com os sistemas de pagamento existentes, que estão disponíveis para consumidores e empresas.

Com esta plataforma, a Mastercard põe à disposição dos diferentes agentes económicos toda a sua experiência em sistemas de pagamentos e permite que os projetos de moedas digitais possam ser desenvolvidos em ambiente de teste seguro garantindo , assim, o acesso à economia digital em condições equitativas para todos – desde bancos a empresas até operadores de redes móveis e consumidores.

"Os bancos centrais têm acelerado a investigação de moedas digitais com uma variedade de objetivos, desde a promoção da inclusão financeira até à modernização do ecossistema de pagamentos", afirma Raj Dhamodharan, Vice-presidente Executivo, Digital Asset e Blockchain Products and Partnerships da Mastercard. "Com esta nova plataforma, estamos a impulsionar a inovação no setor público, nos bancos, nas fintechs e nas empresas de consultoria na investigação e desenvolvimento de projetos de moedas digitais, trabalhando com parceiros que estão alinhados com os nossos valores e princípios fundamentais. Esta nova plataforma apoia o processo de decisão dos bancos centrais à medida que os seus projetos de moedas digitais vão evoluindo e permite antever sobre o caminho a seguir para impulsionar as economias locais e regionais", acrescentou Dhamodharan.

Sheila Warren, Head of Blockchain, Digital Assets and Data Policy do Fórum Económico Mundial, afirma que "as colaborações entre os sectores público e privado no desenvolvimento das moedas digitais pelos bancos centrais podem ajudar os decisores a compreender melhor o leque de possibilidades e capacidades tecnológicas disponíveis no que diz respeito a estas novas moedas.”

As moedas digitais são projetadas para serem equivalentes em valor à moeda em papel de um país e para estarem sujeitas às mesmas garantias dadas pelos respetivos governos. Além da impressão de papel-moeda, os bancos centrais podem passar a emitir moedas digitais como elemento de representação digital da moeda fiduciária de um país.

Impulsionar a Inovação

Embora exista uma variedade de potenciais modelos operacionais, a abordagem principal passa por serem os bancos centrais a emitir e distribuir moeda, incluindo moedas digitais, através de bancos comerciais e outros prestadores de pagamentos licenciados. A Mastercard reconhece que existem diferentes modelos e abordagens por parte dos bancos centrais às moedas digitais e, por isso, a plataforma está preparada para explorar os cenários que se adequem melhor às necessidades de cada região ou país. A plataforma virtual pode ser personalizada para o ambiente em que o banco central opera, permitindo:

- Simular um ecossistema de emissão, distribuição e troca de moedas digitais com bancos e consumidores, incluindo a forma como uma moeda digital pode interagir com as redes e infraestruturas de pagamento existentes – por exemplo, cartões e pagamentos em tempo real.

- Demonstrar como uma moeda digital pode ser utilizada por um consumidor para pagar bens e serviços em qualquer lugar do mundo em que a Mastercard seja aceite.

- Examinar vários desenhos de tecnologias de moedas digitais e utilizar diferentes casos para determinar mais rapidamente o valor e a viabilidade num determinado mercado.

- Avaliar os esforços de desenvolvimento da moeda digital, incluindo a construção técnica, segurança e testes precoces do projeto e das operações.

Contactos de imprensa

Ana Díaz , Communications Manager, Mastercard
Abigail Vistas, Generator
Luís Rosendo, Generator

Sobre a Mastercard

A Mastercard (NYSE: MA), www.mastercard.com, é uma empresa global de tecnologia no setor de pagamentos. A nossa missão é ligar e impulsionar uma economia digital inclusiva que beneficie todos, em todos os lugares, tornando as transações seguras, simples, inteligentes e acessíveis. Usando dados e redes seguros, parcerias e paixão, as nossas inovações e soluções permitem ajudar indivíduos, instituições financeiras, governos e empresas a alcançar o seu maior potencial. O nosso quociente de decência, ou DQ, é um instrumento para impulsionarmos a nossa cultura e tudo o que fazemos dentro e fora da nossa empresa. Com ligações a mais de 210 países e territórios, estamos a construir um mundo sustentável que abre possibilidades Priceless para todos. A Mastercard é o único doador corporativo do Mastercard Impact Fund.